All-on-4-implant-research1

Implantes dentários

A evolução da Implantodontia mudou a realidade da Odontologia e de muitas vidas nos últimos 25 anos, proporcionando saúde, bem-estar físico e psicológico, além de melhor interação social, já que devolveu a muitos a segurança para sorrir, mastigar e interagir com um sorriso bonito e de aparência natural.

A Implantodontia combina arte e ciência, e requer planejamento protético, restaurador e cirúrgico. Ela repõe a raiz de um ou mais dentes perdidos com material à base de titânio que, assim como a raiz natural de um dente, é inserido dentro do osso da mandíbula ou maxila, tornando-se a base biológica para o sucesso do implante e suporte para coroas (parte do dente visível na boca) e próteses fixas.

O titânio tem alta taxa de sucesso, é biocompatível (não é rejeitado pelo corpo), resistente e possui baixo peso. Além disso, possui propriedade especial de se unir ao osso, o que chamamos de osseointegração.

Há ainda outro importante benefício do implante. Quando perde-se um dente, o osso que o suporta diminui gradativamente, em um processo chamado reabsorção óssea. A colocação de implantes dentais estabiliza o osso, prevenindo essa perda. Ele ajuda a manter a forma e densidade do osso das arcadas dentárias, beneficiando também o suporte das estruturas faciais (gengiva, bochechas e lábios).

Geistlich_bone_defect_tooth

Enxerto ósseo

Com o passar do tempo, a ausência de um ou mais dentes pode levar à reabsorção óssea e, dependendo do caso, pode fazer com que não haja osso suficiente para a colocação de um implante. Em situações como essa, torna-se necessário o enxerto ósseo, que pode ser feito previamente ou na mesma sessão da colocação do implante, variando de caso para caso. Exames clínicos e análise feita pelo implantodontista apontarão quando o enxerto é necessário.

Veneers-and-Lumineers

Odontologia Estética e Restauradora

A Odontologia Estética visa a beleza do sorriso, mas sempre aliando a estética à saúde. Por meio de técnicas que podem utilizar um ou mais recursos, como clareamento dental; plástica de gengiva e lentes de contato dentais, confeccionadas com a mais fina e resistente porcelana; é possível alterar o formato, tamanho, posição e cor dos dentes, além de corrigir o excesso de gengiva que, em alguns casos, avança sobre o dente lhe dando aparência menor.

O tratamento é altamente personalizado, com análise clínica de cada caso e exames, considerando o histórico e expectativas do paciente, além de sua saúde bucal, que é sempre priorizada. Por meio das técnicas da Odontologia Estética, é possível corrigir problemas em poucas consultas, favorecendo especialmente quem precisa de resultados rápidos e eficientes.

  • Clareamento dental
  • Facetas laminadas de porcelana
  • Lentes de contato dentais
  • Facetas diretas em resina composta

Odontologia Restauradora

Aplicada em pacientes que precisam recorrer a técnicas estéticas, mas necessitam também melhorar a saúde bucal e/ou recuperar dentes perdidos ou com problemas. É possível, por exemplo, substituir restaurações escuras por porcelana, retirar cáries, equilibrar a oclusão e mastigação, além de substituir dentes perdidos aplicando coroas ou próteses.

  • Restaurações
  • Tratamento de cáries
  • Coroas de porcelana
  • Próteses fixas e removíveis
  • Prótese total

aparelho-estetico

Ortodontia

O aparelho ortodôntico visa corrigir o alinhamento dos dentes, favorecendo não apenas a estética, mas também a articulação, funções da mastigação, fala, respiração e muitas outras relacionadas à saúde bucal.

Para quem entende que o uso do aparelho impactaria negativamente a vida social/ profissional, há opções de aparelho estético (com braquetes transparentes e pouca visibilidade), além dos alinhadores invisíveis, que são removíveis e revestem os dentes com uma moldeira totalmente transparente.